sábado, 25 de setembro de 2010

Jarbas leva uma surra em Pernambuco e envergonha a direira raivosa


Gilnei Rampazzo( à direita), em foto de duas semanas atrás, comanda o programa-baixaria de Jarbas (no centro, a sorrir) na TV e no rádio pernambucanos. Resultado? 70 x 16

Para quem pensa que se mudou para a Casa Grande, verá que o voto do povo os levará para a senzala.

Rampazzo é casado com Eliane Catanhêde, aquela colonista (**) da Folha (*) que disse que estava tudo “zero a zero”.

Rampazzo trabalha com o Gonzalez, o marqueteiro do Serra, há muito tempo.

Desde quando o Serra se elegeu presidente da UNE e discursou no Comício da Central.

Segundo a Folha,

Eduardo Campos (PSB) cresce a abre a maior vantagem sobre Jarbas Vasconcelos (PMDB) na disputa pelo governo de Pernambuco.
Segundo pesquisa Datafolha feita nos dias 21 e 22, o atual governador passou de 67% para 72% das intenções de voto, enquanto Jarbas caiu de 20% para 15%.
O resultado é mais do que suficiente para garantir a Campos vitória no primeiro turno.
Ou seja, o Rampazzo naufragou no Capibaribe.

Que pena.

Ele já foi um bom jornalista, com quem tive a honra de trabalhar.

Mas, o mundo gira e a Lusitana roda.

O Senador Jarbas é uma prova disso.

Essa proximidade entre a Catanhêde e as vísceras da oposição, através do faturamento da empresa do Rampazzo, deveria chamar a atenção do Otavinho.

E levá-lo a se perguntar sobre a isenção de alguns de seus notáveis colonistas (**).

Por exemplo, o Fernando Rodrigues precisa ir a um neurologista, porque foi acometido de grave crise de amnésia.

No passado, Rodrigues era o maior especialista nos negócios do Gregório Marin Preciado e, há muoto tempo não trata desse personagem e seus negócios.

O Elio Gaspari troca receitas de veneno de madrugada com o Zé Baixaria.

E se acha no direito de esconder dos leitores o privilegiado acesso à gênese das baixarias do Zé.

Diz-se que o Estadão, amanhã, vai dizer que é a favor da eleição do Serra (quá quá quá quá quá).

Amanhã !

O Otavinho deveria seguir o exemplo dos Mesquita e confessar que seus colonistas (*), também.

Paulo Henrique Amorim

Um comentário:

  1. Dá-lhe Eduardo!!!
    "Em time que está ganhando..."

    Xeros pra você Roberval!

    ResponderExcluir